Setembro 16, 2021, 17:49:18Membro Mais Recente: João M. P. Azevedo
R4 simracing » Geral » Paddock » Fugitivo encontrado através do jogo online
Páginas: [1]
  Imprimir  
Autor Tópico: Fugitivo encontrado através do jogo online  (Lida 1660 vezes)
0 Membros e 1 Visitante estão a ver este tópico.
Tiago Carvalho
Sr. Member
****
Offline Offline
Mensagens: 289

WWW
« em: Janeiro 06, 2010, 12:30:37 »

A polícia norte-americana andava à procura de Alfred Hightower, suspeito do crime de tráfico de droga. Encontrou-o com a ajuda da empresa que gere o 'World of Warcraft', o jogo que o fugitivo costumava jogar online. Há cada vez mais casos com contornos semelhantes.

A polícia de Kokomo, no Indiana, procurava o jovem Alfred Hightower por suspeitar de que este traficava marijuana. Durante as investigações, entrevistou amigos do suspeito e descobriu que o fugitivo é fanático por um jogo de guerra online. Pelas descrições das testemunhas, o xerife-adjunto de Kokomo, Matt Robertson, percebeu que o jogo a que as testemunhas se referiram é o "World of Warcraft", porque também o costuma jogar.

Através de uma procuração, a polícia conseguiu que a empresa que comercializa o jogo, a Blizzard Entertainment, lhe fornecesse os dados de acesso do fugitivo ao jogo online. Através do endereço de IP, existente em qualquer computador que se ligue à Internet, o xerife-adjunto Matt Robertson descobriu o paradeiro de Alfred Hightower, em Ottawa, Canadá.

Preso pela polícia canadiana, Alfred Hightower acabou por ser deportado para os Estados Unidos e vai apresentar-se no tribunal de Kokomo durante esta semana. Arrisca uma pena de até dez anos de prisão pelo crime que lhe é atribuído.

Nesta terça-feira, o xerife-adjunto de Kokomo teve outra ajuda preciosa da Internet: descobriu um traficante de droga enquanto navegava na rede social Facebook.

"Eu tinha ouvido o nome dele mas não tinha ideia nenhuma da sua aparência. Procurei o nome no Facebook e lá estava uma fotografia dele, num motel, com marijuana e uma pilha de notas ao lado", contou.

Craig Lynch goza com a polícia desde Setembro

Craig "Lazie" Lynch tem 28 anos e fugiu de uma prisão britânica do Norte de Londres em Setembro, onde cumpria uma pena de sete anos pelo crime de assalto à mão armada. Desde a sua fuga, actualiza constantemente o seu estado no Facebook, enquanto a polícia continua à sua procura. Conta, por exemplo, que comeu bife com batatas fritas ao almoço ou desafia alguma rapariga a ser a sua primeira conquista em 2010. Tem cerca de 42 mil fãs. A polícia acredita que mente nas actualizações que faz no seu perfil e já pediu ajuda ao Facebook para encontrar Craig. As opções de privacidade que o fugitivo escolheu ao registar-se na rede social não permitiram, até agora, fornecer mais dados sobre o seu paradeiro. Na fotografia de perfil, Craig faz um gesto feio com o dedo.

Outros casos

Este caso de recurso à Internet para descobrir criminosos ou fugitivos não é inédito nos Estados Unidos. Em Dezembro de 2009, a polícia de Nova Iorque investigava uma série de roubos de objectos quando foi ajudada por um miúdo que, segundo o New York Post, se apercebeu de que alguém jogava online com a sua consola XBox (provavelmente através do nome de utilizador do jogo) e contou aos pais. Os pais reportaram a ocorrência à polícia, que recuperou a consola no Bronx, onde o suspeito foi interpelado.

Também no ano passado, em Massachusetts, um agente da polícia descobriu uma criança que tinha desaparecido com a sua avó através do serviço Google Streetview, que fotografa ruas de todo o mundo.


fonte:http://dn.sapo.pt/inicio/globo/interior.aspx?content_id=1462873&seccao=EUA%20e%20Am%E9ricas
Registado

Páginas: [1]
  Imprimir  
 
Ir para: